Translate

terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Post. 109: PRECE PARA ANO NOVO

Senhor Deus, dono do tempo e da eternidade,
Teu é o hoje e o amanhã, o passado e o futuro.

Ao iniciar mais um ano, paro minha vida diante
de teu calendário, que ainda não comecei,
e te apresento estes dias,
que somente tu sabes se chegarei a vivê-los.

Hoje, te peço para mim e
para todos os meus parentes e amigos, a paz e a alegria,
a fortaleza e a prudência, a lucidez e a sabedoria.

Quero viver cada dia com otimismo e bondade,
levando por toda parte
um coração cheio de compreensão e paz.

Que meu espírito seja repleto somente de bênçãos,
para que as derrame por onde eu passar.

Enche-me de bondade e de alegria, para que
 todas as pessoas que eu encontro no meu caminho
possam descobrir em mim um pouquinho de Ti.

Dá-me um ano feliz e ensina-me a repartir felicidade.
Que assim seja!

O Jardim Espírita deseja ...

          Que em 2014 possamos aprender mais e compartilhar nosso aprendizado, para que mais pessoas que estão dispostas a aprender possam alcançar o entendimento e ver um novo horizonte se abrir diante da sua mente.

          Agradeço de todo o coração todos os acessos nesses 10 meses de Jardim Espírita, é muito gratificante poder está ao seu lado.

E desejo para 2014,
Muita saúde, em primeiro lugar, porque quando temos ela podemos fazer e conquistar qualquer coisa.
Paz, para levar harmonia aonde esteja necessitando.
Amor, para distribuir esperança aonde passarmos.
Caridade, para auxiliar os necessitados.
Esperança, se o nada se apresentar em algum momento.
Luz, se a escuridão chegar.
Perdão, para libertar a alma.
Respeito, para com todas as pessoas.
Humildade, para podermos ver a realidade.
Perseverança, para vencer obstáculos.
Conquistas, para os objetivos traçados.
Aprendizado, para nossa evolução.
Nossa família, para viver com alegria.
Nosso Guia Espiritual para nos sustentar, amparar e proteger.
Maria, para nos acolher.
Jesus, para o nosso coração.
Deus, para nos abençoar.



 Feliz 2014, e espero você sempre aqui no Jardim Espírita, para me fazer companhia. Abraço!

segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

FELIZ 2014



Vem aí um Ano Novo.
Então, respire fundo...
Receba as novas energias...
E esteja pronto para novos pensamentos...

Afinal, este será o melhor Ano de sua Vida.
Então, deixe que o seu coração se encha de paz...
E que o amor invada sua alma...

Não espere apenas um Bom Ano.
Abrace o Grande Ano.
Reflita sobre tudo o que passou.
Aprenda com o que viveu.
Ressignifique...
E revigore suas expectativas.

Afinal, vem aí Um Novo Ano cheio de oportunidades.
Que ele seja afortunado...
Que prevaleça o perdão...
Que você sorria 365 dias, sem perder o fôlego.
E que a cooperação seja tão comum quanto dormir e acordar.

E que a cada amanhecer você seja grato por estar vivo,
E por poder recomeçar...
E assim, sinta a felicidade irradiar a sua vida...
E tenha a certeza de que neste Novo Ano, tudo de bom, será ainda melhor!

Deivison Pedroza 


domingo, 29 de dezembro de 2013

Um comentário recebido

Recebi agora a pouco um comentário de uma leitora do Jardim Espírita que se chama Soraia, e quero compartilhar com todos vocês. Pois, o que realmente importa é auxiliar quem está necessitando, e tenhamos a humildade de ter a certeza que um dia também vamos precisar de ajuda. Obrigada Soraia, pelo comentário, e o que é bom tem que ser distribuído.  Vejamos:


Acho que cada um pode fazer o bem no dia a dia. Recebi a história abaixo por e-mail gostaria de espalhar por este Brasil como um exemplo de que pequenos gestos podem transformar vidas. 

O ciclo do bem. Uma história real!
Em 1973, o Sr. Arnaldo, gerente de banco, recebeu um rapaz simples em seu escritório. Este moço contou aflito seu sofrimento e dificuldade em conseguir emprego em São Paulo, vindo do interior e sem nenhuma experiência na área. Em um ato generoso, Sr. Arnaldo assinou um cartão de visitas pessoal recomendando o rapaz, por acreditar no brilho que via em seus olhos. Com o cartão do Sr. Arnaldo, o rapaz conseguiu seu primeiro emprego na cidade grande.
Quarenta anos depois, aquele rapaz havia se tornado um alto executivo. Depois de muita busca, reencontrou aquele generoso gerente de banco. Porém, aos 78 anos, Sr. Arnaldo estava triste e amargurado depois de alguns problemas que a vida lhe trouxe.
O reencontro fez o Sr. Arnaldo relembrar-se de quantas coisas boas ele havia feito na vida, incluindo o generoso cartão que assinou para o rapaz. Com sua gratidão e reconhecimento, o executivo ajudou o Sr. Arnaldo a alegrar-se novamente, recuperando o brilho no olho, o mesmo que ele havia visto naquele rapaz que ajudou há 40 anos.
Esta é uma história real. O rapaz é Douglas Duran, vice-presidente de finanças do Grupo Abril. Ele homenageia o Sr. Arnaldo em seu livro DOUGLAS, contando em detalhes esta linda história.


Vamos compartilhar este relato e estimular todos os seus amigos a realizar gestos positivos.
Autor: www.facebook.com/LivroDouglasDuran



Post.108: ANO NOVO

O tempo passa cada vez mais rápido. A substituição do dia para a noite e da noite para o dia é algo tão grandioso, mas que não damos atenção necessária, no entanto, a sucessão dos dias é uma oportunidade diária de renascimento, de recomeço, de criar novos objetivos, de recomeçar... Mas muitos de nós como não damos conta desta benção cotidiana, é necessário a existência de uma data marcada para que exista um novo começo, para a acolhida do novo, para novos caminhos serem traçados.

          Novas promessas muitos firmam, e nos primeiros dias do ano a empolgação leva para frente estes desejos, mas com o passar do tempo e a rotina recomeçada, tudo volta ao estado de antes, nisto já se vai esperar para mais um Ano Novo, novamente. Deste fato, tiramos a conclusão que, um Ano Novo não modifica aquilo que somos, nem o processo da nossa existência. O que pode nos modificar é quando em um dia qualquer olhamos para nós mesmos e a partir daí, dar um mergulho em nosso Eu, no nosso interior, nos nossos sentimentos  e atitudes, e vem a compreensão de que é preciso mudar. Para isto,  é preciso coragem para começar a mudança necessária. E esta mudança vai ocorrendo paulatinamente, ou seja, aos poucos, porque ninguém muda de uma hora para outra, nem de um dia para o outro, e nem de um ano para outro, é um processo longo e de muito trabalhado, e que é preciso muita oração e vigilância, perseverança, esperança e o querer em destaque dentro de nós, para que se possa viver em plenitude. E este processo de mudança tem uma inspiração maior que é, Jesus Cristo, para que não nos deixe esquecer do que necessitamos e nos passando coragem e esperança de que é possível e necessário nos transformarmos para sermos pessoas melhores e para concluir nossos objetivos traçados.

Recomeçar, sempre!

              Então, o seu Ano Novo pode ser agora nesta passagem de ano ou o seu Ano Novo pode acontecer em um dia comum. Porque cada dia é um recomeço, assim como o Ano Novo é.
    Que possamos trilhar novos objetivos e encontrar o caminho seguro e de Luz que nos leve em direção ao destino único, Deus. 


sábado, 28 de dezembro de 2013

Post. 107: CARTA DE ANO NOVO

    Ano Novo é também oportunidade de aprender, trabalhar e servir.
   
   O tempo como paternal amigo, como que se reencarna no corpo do calendário, descerrando-nos horizontes mais claros para necessária ascensão.
   
   Lembra-te de que o ano em retorno, é novo dia a convocar-te para a execução de velhas promessas que ainda não tivestes a coragem de cumprir.
   
   Se tens inimigos faze das horas renascer-te o caminho da reconciliação.
   
  Se foste ofendido, perdoa, a fim de que o amor te clareie a estrada para frente.
   
  Se descansaste em demasia, volve ao arado de tuas obrigações e planta o bem com destemor para a colheita do porvir.
   
   Se a tristeza te requisita esquece-a e procura a alegria serena da consciência tranquila no dever bem cumprido.
   
   Ano Novo! Novo Dia!
   
   Sorri para os que te feriram e busca harmonia com aqueles que te não entenderam até agora.
   
   Recorda que há mais ignorância que maldade em torno de teu destino.
   
   Não maldigas nem condenes.
   
   Auxilia a acender alguma luz para quem passa ao teu lado, na inquietude da escuridão.
  
   Não te desanimes nem te desconsoles.

   Cultiva o bom ânimo com os que te visitam dominados pelo frio do desencanto ou da indiferença.
   
   Não te esqueças de que Jesus jamais se desespera conosco e, como que culto ao nosso lado, paciente e bondoso, repete-nos de hora a hora: - Ama e auxilia sempre. Ajuda aos outros amparando a ti mesmo, porque se o dia volta amanhã, eu estou contigo, esperando pela doce alegria da porta aberta de teu coração.


Pelo Espírito Emmanuel
Do livro Vida e Caminho. Espíritos Diversos. Francisco Cândido Xavier.


quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

Post. 106: JESUS

Um homem ainda jovem.
Com cabelos longos e sedosos, como fios castanhos, levemente dourados, por luz desconhecida; moldurando um semblante compassivo.
Olhos com uma beleza suave e indefinível, com um brilho inenarrável, e deixando transparecer uma profunda misericórdia.
Sorriso divino, revelando ao mesmo tempo bondade imensa e singular energia.
Irradiava uma luz jamais vista, causando uma fascinação irresistível.    

Este homem humilde, simples ao extremo, trouxe para a Terra, um novo modo de vida. Ele anulou as Leis tradicionais, embora não viesse para destruí-las. Mas veio inaugurar e  estabelecer a Lei de Amor. Fazendo dos simples de coração, dos puros, dos pobres, dos que tem fome, cede de verdade e de justiça os grandes heróis.

Antes Dele o vencedor era o que esmagava, a partir Dele o herói é aquele que se transforma para melhor, e o vencedor é aquele que consegue se domar e vencer as suas más paixões.

Ele é o mestre da Nova Era.
Simplesmente é Jesus, nosso eterno guia.


segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Post. 105: PRECE DE NATAL

          Deus, Pai de Todo o Universo, nesta noite especial, te agradecemos por o Senhor Ter Permitido o nascimento do nosso Amado Mestre, Modelo e Guia da humanidade, Jesus Cristo, que veio nos ensinar a Amar. E somos gratos por Ter escolhido Maria como Mãe do nosso Amigo de Luz, que também nos acolhe como seus filhos. E por possuir imenso amor é que te rogamos nesta noite de natal, Jesus:

         Que as luzes de teu sublime espírito ilumine os corações de todos nós.
         Que a tua paz entre nos lares desequilibrados, onde a tua palavra ainda não foi cultivada. 
         Que o teu amor domine os corações rebeldes.
         Que o perdão seja o principal presente, pra quem carrega o ódio.
         Que as crianças sejam acolhidas por mãos generosas.
         Que os jovens recebam a iluminação da fé, na escolha do melhor caminho a seguir.
         Que os idosos recebam benção da tua alegria.
         Que os enfermos sejam confortados, para vencer a doença com resignação.
         Que os drogados possam se libertar com a tua força.
         Que os presidiários possam se regenerar, por meio dos teus exemplos.
         Que as pessoas que estão em solidão e em depressão, possam encontrar companhia e alento nas tuas palavras.
         Aquece os corações dos moradores de rua, e dar perseverança para essa prova que passam.

         Te agradecemos Jesus, pela oportunidade de estamos juntos. Como humildes visitantes de tua manjedoura, te enviamos em pensamentos um Feliz Natal em memória do teu nascimento aqui no planeta Terra.

Que Assim Seja!


Por Jardim Espírita.





domingo, 22 de dezembro de 2013

Uma História Real de Natal...

Em uma das cartinha destinadas ao Papai Noel que fica nos correios, uma menina de 10 anos pedia uma cesta básica como presente de natal, pois a mãe dela não tem condição de dar a ela uma ceia no natal, porque paga aluguel da casa aonde moram e ficam praticamente sem  nada para se manter, e este era um sonho para ela, ter uma ceia no natal. Ela mora com a mãe e uma irmã mais nova, em uma casa simples ao lado de um córrego.

O pedido dela já foi atendido e o sonho realizado, ela apenas espera o natal para compartilhar com a família este desejo. Mas, o que mais toca nesta historia é que, um dia antes de entregar a cesta a ela, se telefonou para um número que tinha na cartinha para poder localizá-la e avisando que seria entregue no outro dia a cesta, nisto quando se foi entregar a cesta no dia combinado, a mãe dela contou que, a menina falou que não saberia como ia dormir na noite do telefonema, devido a tamanha  ansiedade de receber a cesta.

Enquanto que muitas crianças de 10 anos (e até nós mesmos adultos) ficam ansiosas e nervosas por brinquedos, roupas, sapatos, tablet, celular... Há crianças que só desejam o que comer, como esta, que em sua carta simples e humilde não pediu absolutamente nada de brinquedo, ou de roupa , ou eletrônico, apenas comida, que é o necessário para a vida humana.

Será que estamos agradecendo direito o que temos em nossas vidas?
A comida de todos os dias que temos?
Será que estamos agradecendo direito pela casa que habitamos, com conforto relativo as nossas posses?
Será que estamos agradecendo direito pelas nossas roupas e sapatos?
Será que estamos agradecendo direito pela oportunidade que a vida nos deu, de poder ter uma educação colegial descente para que possamos ser alguém na vida?
Será que estamos agradecendo direito por termos um corpo físico e mente perfeitos?
Será que estamos agradecendo direito pela nossa existência?

Que esta historia, dessa menina de 10 anos possa inspirar olhares de fraternidade para as pessoas que necessitam como ela de ajuda ou apenas ter o que comer. 

Post. 104: PENSAMENTOS OTIMISTAS ILUMINA O PLANETA TERRA NO MÊS DE DEZEMBRO

          O período de Natal e de Passagem de Ano, transformam a mente das pessoas, devido ao aumento da fraternidade, do amor, da caridade, esta atmosfera criada com pensamentos bons e edificantes ilumina o Planeta Terra. A espiritualidade conta que a Terra fica envolvida por uma luz diferente da habitual,a atmosfera espiritual fica mais livre também.

         Tudo isto por causa dos pensamentos positivos emanados pelas pessoas, melhorando bastante o bem estar dos habitantes da Terra, isto independente de religião. Porque, pensamentos positivos e otimistas tem  poder muito grande, que nós humanos desconhecemos, não dando valor a esta força tão forte.  Cultivar a confiança em Deus, a alegria, a pratica do bem, é tirar da mente os pensamentos pessimistas e depressivos, pois estes são um obstáculo ao progresso espiritual e o equilíbrio da saúde física. Por isso que Jesus ensinou a Orar e a Vigiar.

         Se é possível mudar a atmosfera do Planeta Terra neste período do ano, é possível fazer isso o ano inteiro, basta cada um de nós acolher pensamentos positivos durante cada dia, pois se mudamos nesse período de Natal é que Jesus nos ensina que é possível mudar não apenas no aniversario dele, mas sim durante cada dia. Mudar a frequência dos nossos pensamentos para que possamos ter uma mente mais saudável e ser mais uma luz a iluminar a nossa amada Terra, e assim dissipar as trevas. 


sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Lista de Sugestões de Presentes para o Natal

Para o Pai – Alegrias de boas atitudes

Para a Mãe – Abraços com amor

Para Irmãos ou Irmãs – Amizade sincera

Para os Idosos – Respeito

Para as Crianças – Bons exemplos

Para Amigos ou Amigas – Lealdade

Para Inimigo – Perdão

Para um Oponente – Tolerância

Para Clientes – Sorriso

Para Você – Humildade

Para o Amigo Leitor – Paz e Agradecimento

Para Maria – Aplausos

Para Jesus – Amor ao Próximo

Para Deus – Agradecimento e Oração

E para tudo e para todos – Caridade


Jardim Espírita

Presentes do Blog Jardim Espírita para você!

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Post. 103: O NATAL – SEGUNDO O ESPIRITISMO

          O Natal é todo dia, pois Jesus deve renascer em nossos corações a cada nascer de Sol. Para nós espíritas o sentido do Natal é Amar, praticar a caridade, seguir os ensinamentos de Jesus; pois isto que é o Natal diário, é a nossa renovação, que tem que ser praticada com constância, com vigilância...

         Mas, o triste é que quase todos esquecem o aniversariante do dia, dando importância as festas, a bebedeira, a comilança,a o consumismo que é monstruoso nesta época. É como se o comprar fosse a única forma para sobreviver, para ser feliz,  de ser aceito pelas pessoas por meio de presentes de final de ano. Já as confraternizações, seria para serem colocadas em pratica diariamente, prestando respeito pelos colegas de trabalho,pelos amigo, pelos familiares, e não apenas em uma confraternização de final de ano.

         O Natal tem que ser comemorado, pois o aniversariante merece. Não há problema e nem nada de mais se desejamos dar algum presente a alguém, reunir a família... Mas de uma forma sadia, e trazendo e lembrando sempre de Jesus, que é o nosso guia e modelo a seguir. A festa é Dele, e Ele quer dividir com os mais necessitados. Como é que Jesus comemoraria o seu nascimento?

      A Doutrina Espírita vem atualizar os ensinamentos de Jesus, nos possibilitando voltar no tempo para refletir sobre a simplicidade da manjedoura que acolheu o maior espírito já encarnado no nosso amado planeta. E meditar sobre a aparência humilde da criança que modificou, modifica e modificará a estrutura do nosso mundo, com os seus ensinamentos passados com Amor e Simplicidade, por isso que é tão tocante.

       O que desejo para todos nós é que entendemos quem foi Jesus realmente e que encontremos Ele. Joanna de Ângelis diz: “Todo aquele que encontrou Jesus nunca mais foi o mesmo.” Então que encontremos Jesus neste Natal e em todos os dias no nosso coração, para seguir os seus ensinamentos, se vivêssemos o que Ele ensinou a felicidade moraria em nós e o Natal aconteceria todos os dias. Então, que Jesus possa ser encontrado por cada um de nós diariamente, para que ocorra a maior revolução em nossas vidas, e que nossa história possa ser dividida também como a história do mundo é: Antes de Cristo e Depois de Cristo. 

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Post. 102: JESUS REALMENTE NASCEU EM 25 DE DEZEMBRO?

     O espírito de Jesus tem cerca de 45 bilhões de anos. Conhecemos atualmente apenas esta última encarnação deste espírito tão amado e já evoluído,  e que com imensa abnegação veio para a Terra mostrar  a nós o que é o Amor.

     No entanto, Jesus não nasceu em 25 de dezembro. Isto para muitos pode ser um absurdo, mas devemos ser racionais e buscar a verdade. 

     No Novo Testamento, Lucas nos informa um fato relevante que: Os pastores a quem os anjos anunciaram o nascimento de Jesus estavam no campo com suas ovelhas. Só que o inverno na Judéia é extremamente úmido e frio (chegando a nevar em algumas localidades), desta forma pastores de ovelhas nunca estariam com os rebanhos nos campos neste período.

Esta Festa pagã era chamada também de Saturnália, sendo
companhada de comilança, bebida, sexo e
troca de presentes.
     Foi Constantino, o então Imperador de Roma, que se convertendo aos princípios Cristão, que tornou o Cristianismo a religião oficial de Roma, e que decretou a data 25 de dezembro para comemorar o nascimento de Cristo, pois nesta data era celebrada uma festa pagã comemorando o nascimento do deus Sol Romano, sendo o Solstício de Inverno ou Sol de Inverno. Então, Constantino colocou no lugar desta festa pagã, o Natal, para atrair os pagãos, nisto, ao invés de celebrar o nascimento do Sol, seria celebrado o nascimento de Cristo, e o nome natal foi escolhido porque significa nascimento e tanto poderia se comemorar o nascimento do deus Sol como o de Jesus.

     No ano 353 o papa Júlio 1° decretou a  data de 25 de dezembro como definitiva para a celebração do nascimento de Jesus Cristo.

    25 de dezembro, o Natal, faz parte da história Cristã, está na cultura dos cristãos, e não deve haver nenhuma relutância para celebrar esta data. Pois, é uma tradição de quase dois milênios. E o Espiritismo não pretende e nem quer reformar a história Cristã, mas apenas quer esclarecê-la e nos informar, e não se deve mexer com a historia, nem com o Tempo e nem com as culturas. O que realmente importa é entender o que é o natal em sua essência, pois ele traz várias mensagens de benevolência e umas das principais é a caridade e a renovação humana; é assim que o espírita celebra com sinceridade o Natal de Jesus, acompanhando a tradição, sem com isso prejudicar a sua compreensão espiritual  e da verdade histórica do Cristianismo.
Lembremos do nosso amável amigo Jesus quando criança!

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Post. 101: A VISITA DE MARIA A ISABEL


         O evangelista Lucas relata que, quando Maria ficou sabendo por meio de Gabriel que Isabel também estava grávida, foi visitá-la. As duas eram parentes, mas não se sabe em que grau; segundo a tradição eram primas. A viagem era longa de Nazaré a Ain-karim, cerca de 150 quilômetros; era poucas pessoas que usavam carruagens ou montarias, o povo mesmo ia à pé, o que demorava uns seis dias de caminhada. E Maria enfrentou esta viagem, que tudo indica que ela fez nos pés, com determinação,caminhando por região inóspita e desnivelada, carregando Jesus em seu ventre, logo no inicio da gravidez.

        Quando Maria chegou, e se encontrou com Isabel, à saudou. Relata o evangelho que, depois da saudação de Maria, Isabel ficou cheia de um Espírito Santo, e falou em bom som: “Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto de teu ventre. Que fiz para merecer a visita da mãe de meu Senhor?” Depois desta chegada emocionante, Isabel mais tranquila, como se despertasse de um transe, explicou a Maria que certamente se surpreendeu com tamanha recepção, que assim que ela escutou a saudação de Maria, a criança, no caso João Batista, saltou de alegria dentro dela.

       Pela Doutrina Espírita sabemos que, esta reação de Isabel, foi uma manifestação da criança que estava gerando, desta forma Isabel foi médium do bebê. Pois, o bebê percebeu a presença de Maria, e alegrou-se; por isso a agitação da criança no ventre dela; nisto usando Isabel como médium, ele abençoou Maria, demonstrando está honrado com sua presença. Como vimos nas postagens sobre reencarnação, o bebê fica em sintonia mental coma mãe, assim influência o ânimo, os sentimentos dela. E no caso em que o espírito já apresenta evolução, conservam a lucidez nos primeiros meses de gestação, tendo muito mais percepção. Este é o caso da gravidez de Isabel.

      Esta narrativa mostra como é linda a vida, e como é extraordinário o laço que une mães e filhos para todo o sempre, desde os seus primeiros instantes da fecundação. 

domingo, 8 de dezembro de 2013

Post. 100: A CARIDADE DE FINAL DE ANO

          Algumas pessoas criticam a caridade que algumas fazem no final de cada ano, só porque é tempo de natal, obviamente a caridade é para ser feita no decorrer do ano, o máximo que possível. No entanto, já que o consumismo nesta época é grande e o querer se aguça, esse querer também é sentido pelas pessoas carentes, é o querer de ter uma ceia de natal, embora simples, ou apenas ter o que comer na noite natalina, o querer de ter uma roupa e um sapato mesmo que sejam humildes. As pessoas que tem condição de ajudar os carentes e apenas prestam ajuda neste período, ou as pessoas que não tem condição de ajudar, mas que nesta época se sacrificam um pouco pra prestar algum auxilio, é valido, pois vai está auxiliando os necessitados, e a caridade sempre é bem vinda desde que seja de coração. É a partir desta caridade exercida anualmente que se pode aprender o que é, como é bom e gratificante ajudar o próximo.

         A existência de pessoas carentes é pra que possamos aprender o que é a caridade, e como exercê-la. Sim, é preciso aprender a ajudar o próximo, aprender a sentir o que é ser útil na vida de alguém, como eles precisam de nós,  da mesma forma precisamos deles e ainda com mais intensidade, pois nós temos o que ofertar, e eles não. Saber ser caridoso é uma questão evolutiva, pois depende da moral e do aprendizado já acumulado, de se colocar no lugar do outro e sentir a sua necessidade, por isso, é preciso aprender, e só quem ensina isto é a vida, por meio da nossa sensibilidade. Ajudar é começar a amar as pessoas.


        Que este final de ano seja um aprendizado do que é fazer caridade, e a partir do momento que se aprende, e se compreende o que é ajudar, se tem o ano todo para auxiliar os nossos irmãos necessitados. E não é só dando coisas matérias que se pratica a caridade, é em escutar o que o próximo tem a falar, é em um abraço fraterno, é em um olhar, em um sorriso por uma pessoa que se sente abandonada... E desta forma quem não tem nada para ofertar materialmente, tem o que ofertar por meio da atenção e até mesmo quem tem condições financeiras de dar o material, oferte também o seu carinho.

 Lembremos sempre que, as pessoas carentes existem para que possamos aprender a fazer caridade, eles nos ajudam mais dessa forma do que nós a eles.  

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Post. 99: AS PESSOAS DA NOSSA VIDA

               Algumas pessoas passam pela nossa vida, e outras vivem para sempre; outras apenas passam deixando rastros ou não; outras chegam se faz um laço digamos de amizade, de companheirismo; outras parecem especialmente para nos ensinar, nos auxiliar na grande jornada que é a vida; outras apenas com um olhar marcam para todo o sempre nossas vidas, não importando se um dia vamos nos conhecer, mas um certo jeito de olhar se pode reconhecer uma pessoas de outras vidas.

                Todas as pessoas que apareceram, ou estão, ou ainda encontraremos durante a nossa vida, são destinadas para nos ensinar, para ajudar na evolução do nosso espírito, como nós ajudarmos ela no seu processo evolutivo. As pessoas não aparecem, ou fazem parte da nossa vida por acaso, mas tudo está destinado para a evolução de ambas as partes, desta forma um precisa do outro para o aprimoramento do espírito, para a compreensão da vida.

                Todos que estamos aqui hoje, no mesmo meio, nos encontramos em outras vidas; nossa relação de hoje, nosso encontro, é produto de outras existências. Como estamos novamente juntos, agora podemos acertar os erros do passado, para que na próxima vida que nos encontrarmos as coisas possam ser mais fáceis para todos, e os laços estarem mais fortalecidos.

              As pessoas entram na nossa vida por uma “Razão”, ou por uma “Estação”, ou por uma “Vida Inteira”. Quando se percebe por qual motivo é, saberemos saber o que fazer por cada pessoa.

                Quando alguém está na nossa vida por uma “Razão”é, geralmente, para suprir uma necessidade que demonstramos. Elas vem para auxiliar numa dificuldade, fornecer orientação e apoio, ajuda física, emocional ou espiritual. Elas poderão parecer como uma dádiva de Deus, e são! Elas estão lá pela razão que nós precisa que estejam. Então, sem nenhuma atitude errada da nossa parte, ou em uma hora inconveniente, esta pessoa vai dizer ou fazer alguma coisa para levar essa relação ao fim. Às vezes, eles simplesmente se vão,  ou agem de uma forma para tomarmos uma posição. O que devemos entender é que nossas necessidades foram atendidas, nossos desejos preenchidos e o trabalho delas, feito. As suas orações foram atendidas. E agora é tempo de ir.

                Quando as pessoas entram em nossas vidas por uma “Estação”, é porque chegou nossa vez de dividir, crescer e aprender. Elas trazem a experiência da paz, nos fazem rir, nos fazem bem. Elas poderão ensinar algo que nunca tínhamos feito antes. Elas, geralmente, dão uma quantidade enorme de prazer. É tudo real. Mas apenas por uma “Estação”.

                Relacionamentos de uma “Vida Inteira” ensinam lições para toda a vida: coisas que se deve construir para ter uma formação emocional sólida. A nossa tarefa é aceitar as lições, amar a pessoa, e colocar o que aprendemos em uso em todos os outros relacionamentos e áreas da nossa vida.    


"Ninguém cruza nosso caminho por acaso e nós não entramos na vida de ninguém sem nenhuma razão."
(Chico Xavier)

À Mandela

O Mundo se despede de parte da  história.

     Ele está sendo acolhido com muito amor e carinho na espiritualidade, pela magnífica vida que ele teve, apesar de sofrida, e pelo espírito que ele é. Que ele tenha conseguido concluir toda a missão desta vida. Nosso agradecimento a Deus por permitir que Nelson Mandela vivesse entre nós, pois ele nos mostrou o que é possível se fazer com tão pouco por um povo necessitado e humilde, dar esperanças aos mais miseráveis, amar o próximo mesmo que estes fossem os que o aprisionou, ter uma vida ainda que precária mais com a capacidade de se doar e lutar pelo povo... E depois de 27 anos preso, sair para liderar o povo.
     Que nossos amigos de luz receba ele com muita festa, pois Nelson agora voltou para a verdadeira pátria e para a verdadeira vida, e ainda mais evoluído. Nossos pensamentos de amor, de luz, e acima de tudo de agradecimento a Nelson Mandela.

“Sonho com o dia em que todos levantar-se-ão e compreenderão que foram feitos para viverem como irmãos.” (Nelson Mandela)

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Post. 98: ABORTO PROVOCADO. DIGA NÃO.

A vida começa a partir do momento em que o espermatozóide fecunda o óvulo, surgindo o embrião, e um espírito é ligado ao organismo em desenvolvimento, supervisionado por técnicos espirituais que trabalham na área de reencarnação. Desta forma, o aborto provocado é um crime, um assassinato, mesmo em casos de fetos defeituosos, como os anencéfalos.

O aborto provocado, é um caso moral, pessoas que praticam ou que ajudam esta pratica, não tem desenvolvido ainda o respeito à vida, o amor pelo próximo, não carrega a consciência de cuidado, e de cuidado de um ser inocente segundo os seus atos. As mulheres tem a mais elevada e nobre das funções a de auxiliar Deus na obra da criação, a missão de trazer os filhos de Deus para o mundo físico para poderem evoluir, sem as mulheres não existiria a oportunidade que Deus dar para a evolução de cada ser.

Aonde está o livre arbítrio da mulher? Mas, quem defende o livre arbítrio do feto? Ou aonde está o livre arbítrio do feto? No crime do aborto a vítima não tem como se defender, desta forma é um dos piores crimes para cometer. A mulher tem o livre arbítrio de escolher vários métodos contraceptivo para poder viver a sua liberdade sexual, pois evoluímos muito nesta questão de contraceptivos já para os abortos provocados não existirem.  


Um ponto delicado neste assunto, é uma gravidez contra a vontade da mulher, como é o caso do estupro. Para o Espiritismo a maternidade é nobre e um ato de dignidade em qualquer caso. O estuprador neste caso apenas produziu o corpo carnal do novo ser, já o espírito que se ligou a tal corpo e dará vida a ele é um enviado de Deus, um filho de Deus; e quem sabe se esse ser formado de uma maneira violenta, não será o amparo e amigo de que a mulher/mãe precisará no futuro, para diminuir dores futuras!?! Sendo esta uma questão dolorida para a mãe se ela não quiser conviver com este enviado de Deus, ela pode perfeitamente entregar esta criança para a adoção, mas jamais realizar um aborto, pois há muitas pessoas de braços abertos para acolher uma criança, dando oportunidade de vida e de evolução à este filho de Deus.

As pessoas que induzem, que ajudam ou que obrigam o aborto, assim como os
médicos que estimulam e que realizam, ou as enfermeiras e parteiras que fazem tal ato ainda que inconscientes, todos carregam a culpa neste ato criminoso. Pode não haver crime para a justiça humana, nem punição, no entanto, para a Justiça Divina todos que se envolvem neste crime sofrem as consequências mais cedo ou mais tarde, de acordo com o seu grau de culpa.

Questões espirituais
Todo crime é reflexo de falha moral, desta forma o aborto abre as portas para obsessores. O espírito que foi abortado e que não tem índole boa ainda se revolta contra a mãe e contra os que induziram e auxiliaram o aborto, tornando-se um obsessor. E a mãe que se sentirá angustiada em estado depressivo, com desajuste emocional, favorece o assedio de espíritos obsessores que exploram as fraquezas humanas; mesmo que o filho assassinado seja de boa índole, o ato criminoso afeta o emocional da mãe, desta forma outros obsessores se aproveitam das suas fraquezas. Além disso o aborto criminoso/provocado gera desajustes no perispírito da mulher, isto é, na vida atual ou futura, aparecerá doenças e limitações que se fixarão nos órgãos reprodutores, como: esterilidade, tumores, infecções renitentes, dentre outros problemas.  

Mas, quando a vida da mãe está em risco é uma exceção, pois o objetivo é salvar a vida da mãe, ela sendo salva, poderá ter e dar outra oportunidade.

Quando a mulher cometer aborto e se arrepender ela pode superar o remorso auxiliando crianças necessitadas, sempre há espaço para mãos caridosas em hospitais infantis, orfanatos, creches ou em qualquer outro lugar que exista crianças em precisão. É apenas o bem que permite diminuir as dividas contraídas perante as Leis Dividas, é por meio de boas ações que a misericórdia Divina age.

Quem ama a vida não comete crime, aborto é um dos crimes mais graves sengundo as Leis de Deus. A mulher que não queira exercer as funções de mãe, não cometa aborto, permita a criança nascer e der para adoção, assim estará ajudando à si mesma, à criança e à uma família que precisa acolher uma vida, desta forma é muito mais pessoas felizes. A vida é para ser celebrada todos os dias. 

domingo, 1 de dezembro de 2013

Post. 97: AIDS NA VISÃO ESPÍRITA

“Atire a primeira pedra aquele que nunca pecou.” Assim Jesus se refere as questões ligadas a sexualidade. Desta forma ninguém tem o direito de excluir ninguém por questões ligadas ao sexo, nem ter preconceitos, nem contar vantagem moral. Buscamos o melhoramento do nosso espírito através de varias jornadas de vida a vida, se conseguimos algum melhoramento moral na atual existência, foi pelo fato que erramos no passado.

É pela dor que o ser humano consegue se melhorar, ela cria advertências quando se está no caminho errado. É por isso que de tempos em tempos aparecem enfermidades difíceis de serem compreendidas na humanidade, como: a lepra, a peste bubônica, a varíola, câncer, tuberculose... Nisto a AIDS é uma dessas advertências que a vida usa como um recurso, para avisar e libertar as pessoas dos seus erros morais, pois absolutamente nada é por acaso.


Como sabemos a AIDS é transmitida: por relação sexual, quando se entrega a promiscuidade; por transfusão de sangue contaminada, mas esta questão já é mais difícil atualmente, devido ao controle feito pelas entidades responsáveis pela coleta do sangue, através do exame de HIV da parte do doador de sangue, este meio de contaminação foi comum nos anos 80; por usuários de drogas injetáveis.     

Já as crianças que nascem infectadas, a resposta está nas vidas passadas. Elas voltam para a vida terrestre com este problema para limpar os erros passados, como o suicídio, a promiscuidade do sexo, o desrespeito a vida, que criam no organismo matrizes receptivas para que o vírus se desenvolva com rapidez. Lembrando que a criança é um espírito velho em um novo corpo.

Há também os infectados que não tem facilidade de multiplicar os vírus, estes não sofre com os sintomas da doença, podendo conviver com o vírus por muitos anos sem sofrer, no entanto é transmissor da AIDS.

O aidético além de sofrer com os tormentos físicos, é somado a isto os fatores do preconceito, que muitas vezes provoca mais dor do que as dores físicas. Eles, sim devem ter medo de nós e não nós deles, pelo fato deles não terem mais a defesa imunológica, podendo pegar qualquer enfermidade que pode ser fatal, como uma simples gripe. São eles que deveriam usar mascaras e luvas, e não o nosso preconceito. Os aidéticos desencarnam como qualquer outro que não seja portador do HIV, ou seja, queira ou não somos todos iguais e todos vamos ter o mesmo fim nesta vida material, por isso não podemos carregar nenhum preconceito contra os aidéticos, demos é compreender este problema social.

O Espiritismo acredita que é através da reforma moral que se combate e controla a AIDS, só que esta reforma moral tem que partir de si mesmo, sem imposição de outros, ou seja, ser realizada de livre e espontânea vontade. Se a reforma moral é fácil de ser realizada? Não, toda mudança que aceitamos ou devemos fazer para o nosso melhoramento não é fácil, e se fosse fácil não teria méritos, no entanto, comparada a AIDS é bem mais fácil. Os aidéticos necessitam do nosso apoio, do nosso conforto, de palavras de esperança e de animo, não devemos repudiá-los. Só sofremos porque temos dividas.          



Sexualmente, apenas o preservativo (a camisinha) protege da AIDS. Use camisinha. A conscientização é para acontecer diariamente.