Translate

terça-feira, 30 de abril de 2013

Post. 31: SUICÍDIO, NUNCA

         A pior coisa que um ser humano pode cometer é um suicídio,  mal sabe o quanto é desrespeitoso o homem romper o elo que liga o corpo ao espírito, um dos maiores crimes que possa cometer. Deus em sua infinita bondade dar ao homem o seu livre arbítrio, mas contudo o homem em sua ignorância, muitas vezes envolvidos pela carne e pelo apego as coisas materiais, seja por problemas de inúmeros aspectos, por depressão, por confrontos familiares e afetivos, por problemas financeiros, por problemas de saúde..., assim se deixa levar a cometer suicídio.

       Há os suicidas propriamente dito que tira a vida por meio de enforcamento, tiro, envenenamento, dentre outros meios; e há os suicidas inconscientes, que comete o suicídio sem saber, como diz o próprio termo, por meio de bebidas alcoólicas, fumo, vícios em drogas e/ou remédios, remédios quando é feito o uso sem necessidade, apenas pelo vicio. Você pode achar estranho, mas sim bebidas alcoólicas e fumo/cigarros, sim causam o suicídio inconsciente, por meio das doenças que estes causam, é considerado um suicídio.    

Depois do desencarne  
       O que ocorre com um suicida depois do desencarne é uma situação incomparável com o que este enfrentava na terra, sendo incontáveis vezes pior, se a vida na terra estava perdida, sem rumo e acabada, nem se compara com a vida depois que se comente suicídio. Não sabe o quanto é doloroso o lugar para onde segue seu espírito depois do ato de suicídio, que é o Vale dos Suicidas, um lugar nefasto cheio de dor e angustia onde o espírito do suicida segue sem saber onde está e ainda mais sentindo as dores do infortúnio que cometera em vida, como do outro lado da vida o tempo não existe, tudo é presente,  tudo é dor e trevas.

As sensações do suicídio
Cena do filme Nosso Lar
       Alem do lugar ser desolador, angustiante, chagando a faltar palavras para explicar a intensidade do ambiente; vem o pior de tudo o espírito suicida fica sentindo todas as coisas que fez para causar o seu desencarne. Exemplo:  Se ele desencarnou por meio de um tiro na cabeça,ele fica com a impressão  do zumbido do tiro permanente no seu ser, é como se ele escutasse direto o zumbido; se for por enforcamento ele fica constantemente com a impressão de falta de ar; por envenenamento ele fica permanentemente sentindo toda a sensação que o veneno ou remédios causou dentro do seu organismo, todas as dores; quando é por suicídio inconsciente ocorre a mesma coisa, sendo que sente a todo o momento as dores da doença que a bebida, fumo, drogas ou remédios causaram, e assim por diante dependendo do tipo de morte que escolhe para por fim a sua própria vida. Alem de carregar as impressões da morte, ainda sente o seu corpo físico ser destruído pelo desgaste natural depois de sepultado, e se for cremado o suicida sente o fogo destruindo o seu corpo, a sensação de queimado,  isto pelo o fato dele ta ligado a matéria ainda e de não ter chegado a hora do seu desencarne. E somado a todas essas sensações juntas e ao ambiente nefasto, ainda  tem mais tormento apesar de todas as dores e angustias, neste vale aonde não existe nenhuma piedade e amor, os outros espíritos suicidas sugam o resto dos seus fluidos, e nisto ainda há a troca das sensações um com o outro. E a tudo isso físico se soma o emocional, de não saber muitas e muitas vezes aonde está, do que está acontecendo, se está ou não desencarnado, de todos os tormentos que visualiza dos outros suicidas, e a culpa máxima depois de ter cometido tal ato...

A providência Divina
        No entanto, quando há o arrependimento sincero, verdadeiro, Deus  em seu infinito amor, envia seres de luz para o resgate desse triste sofredor, para um processo de regeneração e alento do coração e de seu progresso futuro. Nisto depois de reabilitado, e de ter conseguido compreender a falta horrível que cometeu contra a própria vida, com a permissão de Deus recebe uma nova chance para reencarnar e pagar os débitos, só que nesta nova oportunidade, este espírito suicida vai passar pela mesma prova que fez ele cometer esse ato hediondo, até que ele supere essa prova e consiga se sair dela sem cometer suicídio, e complete o seu tempo de vida programado pela espiritualidade antes de reencarnar.  Cada espírito sofredor leva consigo a dor da perda e o sofrimento para uma nova reencarnação na terra para poder progredir como espírito, e ajudar o mais que possa seu semelhante para uma progresso moral, portanto o Amor de Deus nunca acaba, pois o espírito sabe que nunca está sozinho.

Na nova oportunidade na matéria
        Pode acontecer de casos de deficiência física e mental de nascença ser o resultado de um suicídio cometido, e nesta nova oportunidade de vida o espírito suicida escolhe vim com algum tipo de deficiência, como expiação para reparar o seu erro passado. Neste caso, os pais desse espírito suicida pode ter incentivado que este cometesse suicídio em uma outra vida passada, e por isso passa pela prova de cuidar de um ser deficiente; ou seus pais já com uma moral desenvolvida possa ter se disponibilizado ainda no lado espiritual da vida para assumir a paternidade e ajudar na sua expiação, para este progredir na sua jornada evolutiva. (A post. 29 esclarece sobre os laços que criamos com as pessoas que nos cercam, é interessante de ler para compreender está ultima passagem). Alem disso morte prematura, pode indicar um suicídio cometido no passado, e o tempo que passa na vida é o necessário para completar o tempo interrompido, não vivo da outra vida passada que ocorreu o ato de suicídio.    

Conclusão
        Vamos sair desta vida, e de todas as outras que vamos ter “pela porta da frente” e não “pela porta dos fundos” cometendo o suicídio, vamos concluir nosso plano de vida com dignidade. Temos os nossos problemas para encará-los de frente, e superá-los, porque temos um Deus que nos dar todos os meios de superar as nossas provas que a vida aprenseta, e é justamente por esse fato que Deus nos concede a vida para sairmos vitoriosos dela, trabalhando as nossas provações com as ferramentas que temos em mãos, que nos tornam livres. Você nunca teve, você não tem, e você nunca vai ter um grande problema, simplesmente pelo fato de você ter um Grande Deus, que lhe deu a oportunidade de está aqui na vida na matéria para se superar, para aprender, para progredir, para aprender a amar, reencontrar aqui neste mundo tridimensional quem realmente importa ao seu espírito, este é um grande presente de Deus, um presente de Um Pai que nos ama, apensar de sermos tão problemáticos e termos defeitos em nossos sentimentos, mas Ele é o nosso Pai e nunca desiste de nós, sempre estando ao nosso lado, muitas e muitas vezes só esperando que nosso pensamento se volte para Ele, para que Comece a trabalhar suavemente, nas nossas vidas, sem que as vezes nem percebamos os seu magnífico trabalho.
        Viva a vida, apesar de toda a dor e angustia. A vida é para ser vivida, e quando sairmos dela, vamos sair vitoriosos, com um sentimento de que fizemos tudo o que podemos para nos melhorar e vencer lindamente os nosso problemas e muitas vezes expiações.    

“O Espiritismo bem compreendido, é uma vacina contra o suicídio. Os sofrimentos da vida são provas que servem para o seu adiantamento, se as suporta sem reclamar, porque será recompensado de acordo coma coragem com  a qual as tiver suportado. Suas convicções lhe dão, pois, uma resignação que o preserva do desespero, e, por conseguinte, de uma causa permanente de suicídio.”  (Allan Kardec)   
 
Paz na terra, boa idéias e luz a todos nós!
 
Fique a vontade para comentar!

domingo, 28 de abril de 2013

Dica de Livro: LAÇOS ETERNOS

        O livro Laços Eternos ditado pelo espírito Lucius, com psicográfica de Zibia Gasparetto, da editora Vida e Consciência; é um romance ótimo para ler, com uma leitura de fácil entendimento, narra a historia de encontro e reencontro de espíritos com dividas uns com os outros que nascem na mesma família para repararem as suas dividas. A historia deste livro nos faz nos questionar sobre os nossos relacionamentos, sobre as pessoas que nos cercam, sobre os rumos que as nossas vidas tomam, com o que estamos fazendo com as pessoas que convivemos, com o que estamos fazendo com as nossas vidas... Este é um livro que merece ser lido, para quem tem conflitos com os familiares e para quem vive em harmonia com os seus.


Capa do livro Laços Eternos
 
Texto da contra capa do livro Laços eternos, para dar mais vontade ainda de ler:

O amor une.
O ódio também.
Ligações de ódio , são passageiras.
As do amor, eternas.
A vida usa a reencarnação.
Aproxima as pessoas.
Abre-nos a compreensão para outras parcelas da verdade.
Desenvolve nossos sentimentos.
Ilumina nossa inteligência.
Facilita-nos a conquista da paz.
As almas amadurecem, conseguem perceber que existe só amor.
Força motriz da vida fluindo do Todo.    
Em laços indestrutíveis pela eternidade.

Zibia Gasparetto

 

Post.30: SOMOS O QUE ATRAÍMOS - MENSAGEM DE CHICO XAVIER


Somos o que atraímos
"Você nasceu no lar que precisava nascer, vestiu o corpo físico que merecia, mora onde melhor Deus te proporcionou, de acordo com o teu adiantamento.
Você possui os recursos financeiros coerentes com tuas necessidades… nem mais, nem menos, mas o justo para as tuas lutas terrenas.
Seu ambiente de trabalho é o que você elegeu espontaneamente para a sua realização.
Teus parentes e amigos são as almas que você mesmo atraiu, com tua própria afinidade.
Portanto, teu destino está constantemente sob teu controle.
Você escolhe, recolhe, elege, atrai, busca, expulsa, modifica tudo aquilo que te rodeia a existência.
Teus pensamentos e vontades são a chave de teus atos e atitudes. São as fontes de atração e repulsão na jornada da tua vivência.
Não reclame, nem se faça de vítima. Antes de tudo, analisa e observa.
A mudança está em tuas mãos.
Reprograma tua meta, busca o bem e você viverá melhor.
Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim."




sexta-feira, 26 de abril de 2013

Post. 29: LAÇOS DE AMOR E ÓDIO, LAÇOS QUE UNEM EM TODOS OS TEMPOS


       O amor e o ódio são os causadores dos laços de afinidade e de indiferença; amor, sentimento mais sublime, puro e um dos mais difíceis de se desenvolver;  e “O ódio é o amor que adoeceu” esta frase de Divaldo Pereira Franco expõe perfeitamente o que é o ódio, sentimento mais escuro e obsessivo, mas é por meio dele que muitas vezes se constrói os laços eternos de amor, pois os laços de ódio é passageiro. 

        Esses laços de sentimentos criados no decorrer de varias encarnações, pode permitir que na maioria das reencarnações os mesmos espíritos estejam no mesmo ciclo de convivência. Quando é o laço de amor que une as pessoas, as coisas transcorrem bem mais fáceis e simples, um amor construído devido a muitas vidas passadas, com seus erros e acertos, sendo modelado pela paciência e carinho, ajudando um ao outro a superar as suas faltas, compreensão e amor mútuo. Essas uniões de amor são eternas.
        Quando os laços são de ódio é uma questão complicada e delicada, estando as partes no mesmo ciclo reencarnatorio pelos laços que desenvolveram de inimizade e despeito no decorrer das vidas na matéria. O ódio une as pessoas como o amor une, todavia, sendo uma união com sentimentos baixos, e para que as partes afetadas possam superar as desavenças e as faltas acometidas um ao outro, um  união para que possam trabalhar a harmonia.
       Os desafetos se reencontram para que um dia o ódio possa ser sanado, desta forma a reencarnação no mesmo meio faz com que o amor seja construído aos poucos no decorrer de varias vidas, até as partes envolvidas poderem vivenciar e aprender o que é o amor, caridade, compaixão... Por esta razão, Deus permite a todos que haja o esquecimento das vidas passadas, enquanto estamos mergulhados na matéria, como explica a postagem 28; se não houvesse o esquecimento a “tarefa” do perdão seria mais difícil do que já é em muitos casos.

    
      O espírito arrependido ou não, se encontra no mesmo meio de seu desafeto, e até mesmo se unem pelo laço de sangue, ou alguém que vem fazer parte do meio familiar, pois esta é a solução que a providência Divina encontra para que o mal que cometeram seja reparado, por meio da afeição. Quem fez o mal querendo reparar o erro aceita a chance de renascer como um familiar de quem cometeu o mal, e já quem recebeu o mal, aceita o parentesco para trabalhar o perdão, e assim passando pela prova de perdoar o outro, e quando o espírito  já tem um nível de moral maior aceita ajudar na construção da moral do malfeitor. Sendo assim o  ódio uma condição passageira.        

     
     Nestes casos de desafetos no meio familiar há os casos de filhos e pais, e irmãos que não se simpatizam, não vivem a harmonia e o amor natural. A resposta para esses casos está nas dividas contraídas no decorrer das suas existências , e nascem como pais e filho e/ou irmão  para amenizar o ódio e começar uma aceitação entre as partes, para dar inicio entre eles um vinculo de companheirismo. Mas, deixando claro neste ponto que, nem todo convívio que tem desentendimento seja uma inimizade do passado, muitas vezes é apenas falta de educação,de entendimento, diferenças vibracionais.


Um filho deficiente, um dos genitores ou os genitores podem ter causado algum mau para aquele espírito ter vindo ao mundo com tal anomalia, ou o espírito está em expiação devido a erro grave cometido,  preferiu pagar a divida por meio da deficiência, e os espíritos que vão ser seus pais assumem esse compromisso para dar auxilio na expiação desta alma triste.
Cuidar de um parente impossibilitado de cuidar de si mesmo, reflete um grande avanço na moral, quando este cuidado é feito com total caridade e benevolência, podendo reparar algum mau que tenha acontecido antes com uma das partes, e ou a pessoa que cuida tenha se disposto desde antes do nascimento a ajudar ao espírito que passa pela expiação, a concluir a sua divida, para se depurar. Para a pessoa que cuida é um trabalho que faz com que cada vez mais se eleve em direção a Deus, e passando pela prova da paciência, humildade, caridade, e aprendendo a cada vez mais a amar, isto é um processo muito enriquecedor para o espírito, permitindo ser trabalhado em muitos aspectos, dando uma alavancada  no seu processo evolutivo, e ajudando ao espírito que passa pela expiação a pagar as suas dividas.

Os laços eternos faz com que cada vez mais agente se supere, que nunca desistimos dos outros, que nada está perdido, e acima de tudo nos ensina a amar, nos ensina a caridade, a benevolência... Estamos aqui para aprender um com o outro e esta tarefa se torna mais fácil quando temos pessoas que amamos a nossa volta. Por mais que se tenha relacionamentos difíceis, tem que haver paciência para que essas desavenças sejam sanadas aos pouco, olhando pelo ponto da reencarnação esses sentimentos pesados que se tem no ciclo familiar tem total sentido, e isto é um grande consolo, dar mais compreensão para que essa desarmonia seja superada; e a chave de tudo está na paciência, no companheirismo, na compreensão e no entendimento  das partes, para que o amor aos poucos apareça e a divida possa ser sanada.     Obrigado Senhor por dar-nos este presente de conviver com quem amamos e ter a oportunidade de conviver com os indiferentes a nós, para poder aprendermos a nos amarmos.    


"A nossa felicidade será naturalmente proporcional em relação à felicidade que fizermos para os outros." (Allan Kardec)
   

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Post. 28: ESQUECIMENTO DAS VIDAS PASSADAS. POR QUE ISTO OCORRE?

        O esquecimento das vidas passadas enquanto estamos mergulhados na matéria, mostra toda  à justiça e a sabedoria de Deus. A cada existência o véu do esquecimento é lançado, mas o espírito não perde nada do que adquiriu de conhecimento em vidas passadas, assim quando reencarna traz consigo  por meio da intuição todo aprendizado do passado. Durante uma vida na matéria o espírito se melhora ou estaciona no grau evolutivo, nunca voltando ao nível de progresso anterior.  Se aproveitou as lições e experiências, quando retornar novamente será melhor instintivamente, tendo amadurecido “na escola do sofrimento” e o trabalho lhe dando mais firmeza proporciona ao espírito apoio para que possa progredir cada vez mais.   

         Este esquecimento só ocorre quando o espírito está encarnado, quando desencarna o espírito se lembra de tudo, e a partir daí faz uma auto-analise para ver o que progrediu e o que pode ainda realizar, em que pontos melhorou, em que pontos não teve tanto êxito e assim por diante, pois o espírito é o seu próprio juiz, nada os julga, apenas eles mesmos, a consciência que pesa ou não, dependendo dos atos cometidos, o julgamento está na hora da auto-analise, quando chega do outro lado da vida.
         O esquecimento é um grande presente que Deus nos deu para nos beneficiar. Freqüentemente a experiência é adquirida em provas rudes e expiações dolorosas, e se houvesse a lembrança de vidas passadas iria aumentar mais ainda as angustias, o remorso, e atribular a vida atual do espírito na matéria. As lembranças só iriam aumentar ainda mais o sofrimento, a culpa  e podendo até dificultar o processo de depuração do espírito. E todos iriam saber do mau que cada um cometeu, assim iria haver mais preconceitos, e julgamentos, até mesmo com as pessoas que já tivesse conseguido superar os seus maus. Com o esquecimento  e a superação das faltas cometidas o homem se torna bom aos olhos da sociedade, e para Deus um espírito reabilitado, deste modo, as dividas foram pagas, podendo agir com mais liberdade, e uma nova oportunidade se abre,  devendo seguir com muito cuidado e paciência para que não se contraia mais dividas e sim some coisas boas na nova existência.

        Para concluir, se lembrar do passado causa  perturbação nas relações sociais e sendo um obstáculo para o progresso. Allan Kardec conta-nos que: nos mundos superiores ao nosso, onde não reina senão o bem, a lembrança do passado nada tem de penosa; eis porque ai lembra-se de sua existência precedente como nos lembramos do que fizemos ontem. Quanto à sua estadia em mundos inferiores, ela não é mais que um sonho mau, que se acordaram.  
       Lembrando que, não é assim que o espírito desencarna que vai logo lembrando as suas vidas passadas, lembrar do passado digamos que é com "o passar do tempo" (que do outro lado não existe tempo), quando o espírito já está abtuado com a nova vida, e acima de tudo quando está pronto para encarar a sua verdade e os seus atos. Em alguns casos o espírito se lembra das suas vidas passadas por meio de um telão que se passa toda a sua historia anterior, ou ele se recorda por ele mesmo, como se as lembranças que estavam adormecidas acordacem; tudo dependendo do grau da sua moral, e mentiras neste momento não tem como mais serem usadas, o que resta a fazer é assumir todos os erros e acertos.
“Assim, quantos homens gostariam de poder, durante a vida lançar um véu sobre seus primeiros anos! Quantos disseram, ao fim de sua caminhada: “Se devesse recomeçar, eu não faria o que fiz!” Pois bem!, o que eles não podem refazer nesta vida, refarão em outra; em uma nova existência seu espírito trará, no estado de intuição, as boas resoluções que eles terão tomado. É assim que se cumpre, gradualmente, o progresso da Humanidade.” (Allan Kardec)  
       Nesta questão de esquecimento das vidas passadas se encaixa perfeitamente a questão dos laços familiares, dos laços eternos, em que muitos espíritos que se fez sofrer ou que causaram sofrimento vêem para o meio de convívio para que tenha a superação das faltas cometidas. Mas está questão é para a próxima postagem de numero 29 que vamos publicar. Por agora, paz, boas idéias e luz a todos!
Fique a vontade para comentar!

sábado, 20 de abril de 2013

Post. 27: MENSAGEM: QUE EU NÃO

         Esta mensagem é lindíssima. Na vida não podemos deixar de perder estas qualidades que Chico fala abaixo, por mais que a vida gire ao contrario do esperado. Esta mensagem  é como se fosse uma linda oração a Deus, em rogativa pelo bom entendimento das coisas, do convívio, do amor e da alegria de viver. Uma ótima reflexão a todos.




Que eu não

"Que Deus não permita que eu perca o romantismo, mesmo
eu sabendo que as rosas não falam;

Que eu não perca o otimismo, mesmo sabendo que o
futuro que nos espera não é assim tão alegre;

Que eu não perca a vontade de viver, mesmo sabendo que
a vida é, em muitos momentos, dolorosa;

Que eu não perca a vontade de ter grandes amigos,
mesmo sabendo que com as voltas do mundo, eles acabam
indo embora de nossas vidas;

Que eu não perca a vontade de ajudar as pessoas, mesmo
sabendo que muitas delas são incapazes de ver,
reconhecer e retribuir esta ajuda;

Que eu não perca o equilíbrio, mesmo sabendo que
inúmeras forças querem que eu caia;

Que eu não perca a vontade de amar, mesmo sabendo que
a pessoa que eu mais amo pode não sentir o mesmo
sentimento por mim;

Que eu não perca a luz e o brilho no olhar, mesmo
sabendo que muitas coisas que verei no mundo
escurecerão meus olhos;

Que eu não perca a garra, mesmo sabendo que a derrota
e a perda são dois adversários extremamente poderosos;

Que eu não perca a razão, mesmo sabendo que as
tentações da vida são inúmeras e deliciosas;

Que eu não perca o sentimento de justiça, mesmo
sabendo que o prejudicado possa ser eu;

Que eu não perca o meu forte abraço, mesmo sabendo que
um dia meus braços estarão fracos;

Que eu não perca a beleza e a alegria de ver, mesmo
sabendo que muitas lágrimas brotarão dos meus olhos e
escorrerão por minha alma;

Que eu não perca o amor por minha família, mesmo
sabendo que ela muitas vezes me exigirá esforços
incríveis para manter sua harmonia;

Que eu não perca a vontade de doar este enorme amor
que existe em meu coração, mesmo sabendo que muitas
vezes ele será subestimado e até rejeitado;

Que eu não perca a vontade de ser grande, mesmo
sabendo que o mundo é pequeno.

E, acima de tudo... que eu jamais me esqueça de que
Deus me ama infinitamente, de que um pequeno grão de
alegria e esperança dentro de cada um é capaz de mudar
e transformar qualquer coisa, pois a VIDA É CONSTRUÍDA
NOS SONHOS E CONCRETIZADA NO AMOR!"


Francisco Cândido Xavier



quinta-feira, 18 de abril de 2013

Post. 26: PARA SER FELIZ

“E não nos cansemos de fazer o bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não houvermos desfaleciso.” – Paulo. (Gálatas, 6:9)
Confia em Deus.
Aceita no dever de cada dia a vontade do Senhor para as horas de hoje.  
Não fujas da simplicidade.
Conserva a mente interessada no trabalho edificante.
Detém-te no “lado bom” das pessoas, das situações e das coisas.
Guarda o coração sem ressentimento.
Cria esperança e otimismo onde estiveres.
Reflete nas necessidades alheias, buscando suprimi-las ou atenuá-las.
Faze todo o bem que puderes, em favor dos outros, sem pedir remuneração.
Auxilia muito.
Espera pouco.
Serve sempre.
Espalha a felicidade no caminho alheio, quanto seja possível.
Experimentemos semelhantes conceitos na vida prática e adquiriremos a luminosa ciência de ser feliz.

Emmanuel
Psicografia de Chico Xavier



segunda-feira, 15 de abril de 2013

Post. 25: MUDANÇA NO CLIMA PELO MUNDO

         Como nas últimas duas ultimas postagens 23 e 24, em relação às revoluções periódicas do globo, o que mais está mais evidente é o clima. Nevascas raras, secas inacreditáveis, calor muito acima da média... Com tudo isso nos resta nos adaptarmos ao meio como os demais seres vivos neste inicio de ciclo. Vejamos alguns acontecimentos climáticos raros que está ocorrendo pelo planeta; e que estão por toda internet, basta fazer uma busca:













As baixas temperaturas e vento forte formaram uma gigantesca onda de gelo no lago Mille Lacs, um fenômeno raro, o lago fica na fronteira entre a província de Manitoba, no Canadá, e o Estado de Minnesota, nos Estados Unidos. Os moradores tiveram que deixar suas casas, ninguém ficou ferido.

 
Nevasca em montes da Guatemala, país de clima tropical na America central, os cumes dos montes ficaram coberto de neves, a temperatura em uma madrugada chegou a -7 °C.

 

Nevasca no deserto da Arábia Saudita, a neve chegou à região de Tabuk, no noroeste da Arábia Saudita, fenômeno raríssimo para esta região. Esta mesma nevasca atingiu a Jordânia, Israel e norte do Iraque. Na Jordânia a nevasca paralisou todo o país; em Israel foi a pior tempestade de neve em 20 anos, chegando a ficar coberta com até 15 cm de neve.

 

 Na imagem ao lado, campo de golf no Arizona com neve.
Também uma situação rara no deserto do Arizona, nos Estados Unidos, neve no deserto do Arizona, ficando cactos e palmeiras cobertos por uma camada de neve.

 

Na Austrália o calor muito acima da média fez com que o serviço de meteorologia deste país adicionasse novas cores na escala de temperatura para indicar quando os termômetros ficam acima de 50°C, foram adicionadas as cores roxo escuro e magenta para representar as temperaturas entre 51°C e 54°C.

 

Já o nordeste brasileiro, está passando por uma seca inimaginável, os gados estão padecendo por causa da falta de água e de alimento, calcula-se que dos 6 milhões de gado do estado de Pernambuco cerca de 800 mil cabeças de gado vão morrer, sendo que 200 mil  vão morrer em decorrência da falta de alimento, outros 300 mil vão ser



abatidos antes que padeçam, e outros 300 mil serão vendidos para criadores de Estados não afetados pela falta de chuva, por valores bem abaixo do mercado. Não há produção de frutas e nem de verduras se não tiver o sistema de irrigação, e estando começado racionamento de água, além disto o alimento está bastante caro, como leite e o  queijo está ficando escasso, o nordeste está comprando de produção de outros estados, os grãos como o feijão com o preço muito elevado, frangos e ovos com valores bem acima do normal. Resumindo a situação é violenta, triste, preocupante e desesperadora, e esta já sendo a região mais pobre do Brasil, está sendo abalada mais ainda.


 



Estas são algumas ocorrências que está acontecendo pelo mundo, se você souber de mais alguma compartilhe conosco, assim vamos entender melhor este inicio de ciclo. Lembrando que não há nada o que temer, este processo sempre aconteceu na natureza a cada 25.868 anos, e Jesus sempre vem ao nosso socorro, Ele não deixa ninguém perecer. Temos que reaprender a viver, e ter mais respeito pela natureza, economizar água ao máximo, jogar o lixo nos lugares destinados a ele, ter respeito pelos animais ... Ou seja, viver em harmonia com a mãe terra, e com todos os seres vivos, isto é respeito, e este é um meio de exercer esta virtude.  Conscientização a todos nós, e amor ao próximo. Paz e luz a todos! 
 
 
Fique a vontade para comentar!

Post. 24: NOVAS ESPÉCIES E ADAPTAÇÃO AO MEIO

         Como vimos na postagem 23, o planeta está passando por mudanças referentes ao começo do ciclo. Quem gosta de observar a natureza, está percebendo que os animais estão também em processo de mudança, com novas espécies surgindo, outras se adaptando ao meio... Sendo que estas mudanças são realizadas por um longo processo de formação, para serem observadas no momento atual. Basta fazer busca na internet para encontrarmos tais fatos, seja coincidência ou não com o período em que estamos vivenciando, mas as novas espécies e as adaptações para a sobrevivência está aí. Isto porque o Planeta Terra está evoluindo e as formas de vida que vive aqui tem que acompanhar esta evolução.  


Novas espécies
Nunca antes foram descobertas tantas espécies, e algumas bem curiosas, são lagartos, peixes, corujas, moscas, dentre tantas outras espécies. Vejamos algumas:

 
Lulas voadoras. Animais usam jato de água para tomar impulso e voam por cerca de 30 m. Descoberta feita por cientistas japoneses.
 



Peixe com sangue transparente. Foi apresentado pelo aquário de Tóquio, é o único animal vertebrado conhecido com sangue transparente. Este é transparente porque não tem hemoglobina, que dá a coloração vermelha ao sangue e transporta oxigênio pelo corpo.

 


Anfíbio voador. Plana entre copas e galhos a 20 metros de altura. A descoberta foi feita no Vietnã, por Jodi Rowley.
 



Uma nova espécie de lagarto subterrâneo.  Foi descoberto em Madagascar por uma equipe internacional de pesquisadores.
 
 


Nova espécie de porco espinho descoberta na Mata Atlântica, em Pernambuco, por pesquisadores da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).




Adaptação ao meio
Desde do ano passado estamos vendo nos noticiários um comportamento nunca antes observados nos tubarões, que estão indo a poucos metros da areia.

Na Austrália, uma baleia morreu e  sua carcaça ficou a poucos metros da areia da praia, no relato de Rachel Campbell que presenciou o fato ela conta que: “Havia cerca de 30 tubarões na água. Todos comendo a baleia, a alguns metros da praia. Depois, outros tubarões começaram a chegar e se aproximavam cada vez mais da areia, já que a baleia era carregada com as ondas. Em pouco tempo eu percebi que havia cerca de 100 tubarões no total, a cerca de 4 metros de nós. Todos em frenesi, devorando a carne fresca”

                                                                              










                         






 
Outro fato na Austrália, Paul Marshallsea de 62 anos expulsar um tubarão que
nadava próximo à areia.

 

 

Uma grande quantidade de tubarões invadiram as praias da florida.
 
  




Milhares de tubarões em Fernando de Noronha, Brasil, ocorrência nada comum.



“As espécies que sobrevivem não são as mais fortes, nem as mais inteligentes, e sim aquelas que se adaptam melhor às mudanças.”  (Charles Darwin)
 
 
Fique a vontade para comentar!

quinta-feira, 11 de abril de 2013

Post. 23: REVOLUÇÕES PERIÓDICAS DA TERRA

          Transcrevo aqui uma parte do livro “A Gênese” de Allan Kardec, este texto é encontrado no capítulo IX, intitulado Revoluções do Globo. 




REVOLUÇÕES PERIÓDICAS

        6. Além do seu movimento anual em torno do Sol, origem das estações, do seu movimento de rotação sobre si mesma em 24 horas, origem do dia e da noite, tem a Terra um terceiro movimento que se completa em cerca de 25.000 anos, ou, mais exatamente, em 25.868 anos, e que produz o fenômeno denominado, em astronomia, precessão dos equinócios (cap. V, nº 11). 

       Este movimento, que não se pode explicar em poucas palavras, sem o auxílio de figuras e sem uma demonstração geométrica, consiste numa espécie de oscilação circular, que se há comparado à de um pião a morrer, e por virtude da qual o eixo da Terra, mudando de inclinação, descreve um duplo cone cujo vértice está no centro do planeta, abrangendo as bases desses cones a superfície circunscrita pelos círculos polares, isto é, uma amplitude de 23 e meio de raio.

       7. O equinócio é o instante em que o Sol, passando de um hemisfério a outro, se encontra perpendicular ao equador, o que acontece duas vezes por ano, a 21 de março, quando o Sol passa para o hemisfério boreal, e a 22 de setembro, quando volta ao hemisfério austral.

       Mas, em conseqüência da gradual mudança na obliquidade do eixo, o que acarreta outra mudança na obliquidade do equador sobre a eclíptica, o momento do equinócio avança cada ano de alguns minutos (25 minutos e 7 segundos). A esse avanço é que se deu o nome de precessão dos equinócios (do latim proecedere, caminhar para diante, composto de proe, adiante e cedere, ir-se).

      Com o tempo, esses poucos minutos fazem horas, dias, meses e anos, resultando daí que o equinócio da primavera, que agora se verifica no mês de março, em dado tempo se verificará em fevereiro, depois em janeiro, depois em dezembro. Então o mês de dezembro terá a temperatura de março e março a de junho e assim por diante, até que, voltando ao mês de março, as coisas se encontrarão de novo no estado atual, o que se dará ao cabo de 25.868 anos, para recomeçar indefinidamente a mesma revolução.¹

  • Lembrando para os leitores do Brasil que as estações que se fala acima é referente as estações do hemisfério Norte, deste modo é só colocar a estação referente ao hemisfério sul para ter uma idéia mais aprofundada sobre a idéia do texto. Por exemplo: o outono chega em março aqui, enquanto que no hemisfério norte é a primavera, e assim por diante. 
(1 A precessão dos equinócios ocasiona outra mudança: a que se opera na posição dos signos do zodíaco. Girando a Terra ao derredor do Sol em um ano, à medida que ela avança, o Sol, cada mês, se encontra diante de uma constelação. Estas são em número de doze, a saber: o Carneiro, o Touro, os Gêmeos, o Câncer, o Leão, a Virgem, a Balança, o Escorpião, o Sagitário, o Capricórnio, o Aquário, os Peixes. São chamadas constelações zodiacais, ou signos do zodíaco, e formam um círculo no plano do equador terrestre. Conforme o mês do nascimento de um indivíduo dizia-se que ele nascera sob tal ou tal signo; daí os prognósticos da Astrologia. Mas, em virtude da precessão dos equinócios, acontece que os meses já não correspondem às mesmas constelações. Um que nasça no mês de julho já não está no signo do Leão, porém no do Câncer. Cai assim a idéia supersticiosa da influência dos signos. (Cap. V, nº 12.))


         8. Desse movimento cônico do eixo, resulta que os pólos da Terra não olham constantemente os mesmos pontos do céu; que a Estrela Polar não será sempre estrela polar; que os pólos gradualmente se inclinam mais ou menos para o Sol e recebem dele raios mais ou menos diretos, donde se segue que a Islândia e a Lapônia, por exemplo, localizadas sob o círculo polar, poderão, em dado tempo, receber raios solares como se estivessem na latitude da Espanha e da Itália e que, na posição do extremo oposto, a Espanha e a Itália poderão ter a temperatura da Islândia e da Lapônia, e assim por diante, a cada renovação do período de 25.000 anos.¹
(1 O deslocamento gradual das linhas isotérmicas, fenômeno que a Ciência reconhece de modo tão positivo como o do deslocamento do mar, é um fato material que apóia esta teoria.)

         9. Ainda não puderam ser determinadas com precisão as conseqüências deste movimento, porque somente se há podido observar uma pequena parte da sua revolução. A respeito, pois, não há mais do que presunções, algumas das quais com caráter de probabilidade.
        Essas consequências são:
1ª O aquecimento e o resfriamento alternativos dos pólos e, por conseguinte, a fusão dos gelos polares durante a metade do período de 25.000 anos e a nova formação deles durante a outra metade desse período. Resultaria daí não estarem os pólos condenados a uma perpétua esterilidade, cabendo-lhes gozar a seu turno dos benefícios da fertilidade.

2ª O deslocamento gradativo do mar, fazendo-o invadir pouco a pouco umas terras e pôr a descoberto outras, para de novo as abandonar, voltando ao seu leito anterior. Esse movimento periódico, indefinidamente renovado, constituiria uma verdadeira maré universal de 25.000 anos.

A lentidão com que se opera esse movimento do mar torna-o quase imperceptível para cada geração. Faz-se, porém, sensível ao cabo de alguns séculos. Nenhum cataclismo súbito pode ele causar, porque os homens se retiram, de geração em geração, à proporção que o mar avança, e avançam pelas terras donde o mar se retira. É a essa causa, mais que provável, que alguns sábios atribuem o afastamento do mar de certas costas e a invasão de outras por ele.

        10. O deslocamento demorado, gradual e periódico do mar é fato que a experiência comprova e numerosos exemplos confirmam, em todos os pontos do globo. Tem por efeito o entretenimento das forças produtivas da Terra. A longa imersão é para os terrenos um tempo de repouso, durante o qual eles recuperam os princípios vitais esgotados por uma não menos longa produção. Os imensos depósitos de matérias orgânicas, formados pela permanência das águas durante séculos e séculos, são adubações naturais, periodicamente renovadas, e as gerações se sucedem sem se aperceberem de tais mudanças.¹
(1 Entre os fatos mais recentes que provam o deslocamento do mar, podem citar-se estes: No golfo da Gasconha, entre o velho Soulac e a Torre de Cordouan, quando o mar está calmo, percebe-se no fundo da água trechos de muralha: são os restos da antiga e grande cidade de Noviomagus, invadida pelas ondas em 580. O rochedo de Cordouan, que se achava então ligado à margem, está agora a 12 quilômetros. No mar da Mancha, sobre a costa do Havre, as águas dia a dia ganham terreno e minam as penedias de Sainte-Adresse, que pouco a pouco desmoronam. A dois quilômetros da costa entre Sainte-Adresse e o cabo de Hève, existe um banco que outrora se achava à vista e ligado à terra firme. Antigos documentos atestam que nesse lugar, por sobre o qual hoje se navega, existia a aldeia de Saint-Denis-chef-de-Caux. Tendo o mar invadido, no décimo quarto século, o terreno, a igreja foi tragada em 1378. Dizem que, com bom tempo, se lhe vêem os restos no fundo do mar. Em quase toda a extensão do litoral da Holanda, o mar só é contido a poder de diques, que de tempos a tempos se rompem. O antigo lago de Flevo, que se reuniu ao mar em 1225, forma hoje o golfo de Zuyderzée. Essa irrupção do oceano tragou muitas povoações. Segundo isto, o território de Paris e da França toda seria de novo ocupado pelo mar, como já o foi muitas vezes, conforme o demonstram as observações geológicas. Então, as partes montanhosas formarão ilhas, como o são agora Jersey, Guernesey e a Inglaterra, outrora contíguas ao continente. Navegar-se-á por sobre regiões que atualmente se percorrem de caminho de ferro; os navios aportarão a Montmartre, ao monte Valeriano, aos outeiros de Saint-Cloud e de Meudon; os bosques e florestas, agora lugares de passeio, ficarão sepultados nas águas, cobertos de limo e povoados de peixes, que substituirão as aves. O dilúvio bíblico não pode ter tido essa causa, pois que foi repentina a invasão das águas e de curta duração a permanência delas, ao passo que, de outro modo, essa permanência houvera sido de muitos milhares de anos e ainda duraria, sem que os homens dessem por isso.)


Fonte: A Gênese - Os Milagres e as Predições Segundo o Espiritismo. De Allan Kardec. Capítulo IX, intitulado Revoluções do Globo. 




“Deus prova sua grandeza e seu poder pela imutabilidade de suas leis, e não pela sua suspensão. Para Deus, o passado e o futuro são o presente.” (Allan Kardec)

Na imagem, região próxima ao centroda Via Láctea.


quarta-feira, 10 de abril de 2013

Post. 22: A DIFERENÇA ENTRE ESPIRITISMO E ESPIRITUALISMO

Há uma grande diferença entre os termos Espiritismo e Espiritualismo.

Espiritualista termo derivado de Espiritualismo,é quando uma pessoa é de uma doutrina contraria ao materialismo. Lembrando que materialista é quem acredita apenas na matéria, nas coisas materiais. Quem crer ter em nós outra coisa além da matéria, é espiritualista, o que não indica ter crença nos espíritos e nas suas manifestações. Deste modo, todas as religiões, necessariamente, estão baseadas no Espiritualismo.     
Quando Allan Kardec codificou o Espiritismo, ele deu palavras novas, as coisas novas, assim para se evitar duvidas, por exemplo, Espírita e Espiritismo segundo Kardec “Exprimem, sem equívoco, as ideias relativas aos Espíritos.”
            Os Espíritas, acreditam na existência de algo além da matéria como os espiritualistas, mas tem a certeza de tal existência, porque crer nos espíritos, na vida além da morte, ou seja, na vida espiritual como o Espiritismo nos apresenta. Então todo espírita é, necessariamente, espiritualista, sem que todos os espiritualistas sejam Espíritas, partidários do Espiritismo.

Idéia central retirada do livro: “O que é o Espiritismo” de Allan Kardec.


segunda-feira, 8 de abril de 2013

Post. 21: ORAÇÃO CONSOLADORA DE SANTO AGOSTINHO

         Em referência a postagem anterior de número 20, sobre a inexistência da morte, posto uma das mais lidas orações que já tive o privilégio de ler, tenham também este privilégio de ler quem não a conhece, e quem a conhecem ótima releitura.  Nesta Oração, Santo Agostinho fala com muita propriedade da transição para o mundo espiritual. Vejamos:


Oração consoladora de Santo Agostinho
 
“A morte não é nada.
Eu somente passei para o outro lado do caminho.
Eu sou eu, vocês são vocês.
O que eu era para vocês, eu continuarei sendo.
Me dêem o nome que vocês sempre me deram,
falem comigo como vocês sempre fizeram.
Vocês continuam vivendo no mundo das criaturas,
eu estou vivendo no mundo do criador.
Não utilizem um tom solene ou triste, continuem a rir
daquilo que nos fazia rir juntos.
Rezem, sorriam, pensem em mim.
Rezem por mim.
Que meu nome seja pronunciado como sempre foi,
sem ênfase de nenhum tipo.
Sem nenhum traço de sombra ou tristeza.
A vida significa tudo o que ela sempre significou,
o fio não foi cortado.
Porque eu estaria fora dos seus pensamentos,
agora que estou apenas fora de suas vistas?
Eu não estou longe,
apenas estou do outro lado do caminho...
Você que aí ficou, siga em frente,
A vida continua, linda e bela como sempre foi.”
 
Santo Agostinho
 
 
Fique a vontade para comentar!