Translate

quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Post.93: CLASSIFICAÇÃO DOS MUNDOS

Os diversos mundos espalhados pelo Universo, estão em condições muito diferentes uns dos outros, quanto ao grau de adiantamento ou de inferioridade de seus habitantes. Embora não possa ser feita, dos diversos mundos, uma classificação absoluta, pode-se, todavia, em razão de seu estado e de sua destinação, e baseando-se nas diferenças mais acentuadas, dividi-los de um modo geral, como se segue, segundo Allan Kardec por meio dos ensinamento dos espíritos:
  1.  Primitivo: neste os espíritos realizam suas primeiras encarnações.
  2.  De Provas e de Expiações: o mal predomina neste, havendo muita ignorância. O sofrimento, é consequência para os erros praticados (que é a expiação); ou passar por experiências, testes, testemunhos (que são as provas). A Terra como sabemos está nesse grau, por isso que somos alvo de tantas misérias.  Mas este ciclo já está se concluído, e passando para o inicio do ciclo de grau de regeneração.
  3. De Regeneração:  onde as almas ainda tem o que expiar haurem novas forças, repousando das fadigas da luta.
  4. Felizes:  neste o bem se sobrepõe ao mal, os habitantes são espíritos mais evoluídos; havendo muito bem-estar e progresso.
  5. Divinos e Celestes: os seus moradores são os espíritos puros, nestes o bem reina inteiramente e a felicidade é absoluta.
Deus dar morada a todos os seres, de acordo com a evolução que vai adquirindo. Os espíritos encarnados sobre um mundo, a ele não estão ligados indefinidamente, e não cumprem nele todas as fases progressivas que devem percorrer para atingirem a perfeição. Quando atingirem sobre um mundo o grau de adiantamento que ele comporta, passam para um mundo mais avançado, e assim sucessivamente até que tenham atingido o estado de espíritos puros. São igualmente, estações em cada uma das quais encontram elementos de progresso, proporcionais ao seu adiantamento. É para eles uma recompensa passar para um mundo de ordem mais elevada, como é um castigo prolongarem sua demora em um mundo infeliz, ou serem relegados para um mundo mais infeliz ainda que aquele que são forçados a deixar, quando são obstinados no mal. Como por exemplo: os espíritos da Terra que não estão conseguindo acompanhar o progresso daqui estão sendo enviados para outros planetas, um deles e o maior se chamaria Kírom (ou Quírom).

Lembrando que assim como os espíritos evoluem, os mundos também estão destinados a evolução, pois evoluir é uma lei do universo.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos podem deixar seu comentário no Jardim Espírita. Se for caso de resposta, responderei assim que poder, podendo levar alguns dias.
Não publicarei comentários que contenham termos vulgares, palavrões, ofensas, publicidade e dados pessoais (como e-mail, telefone, endereços, etc.). Então fiquem a vontade para comentar!