Translate

terça-feira, 12 de novembro de 2013

Post. 92: NÃO ESTAMOS SOZINHOS. AS MUITAS MORADAS NA CASA DE DEUS

      Somos apenas mais uma civilização em meio a todo o universo, se engana aquele que ainda acha que estamos sós em todo o infinito, este pensamento é muito individualista, egoísta e atrasado. Pois qual seria a explicação para a existência de inumeráveis planetas de várias composição, e de sóis cada um em um determinado grau de evolução; isso não só em nossa galáxia a Via Láctea, mas também em  tantas outras que não conhecemos? Simplesmente, a mais de 2 milhões de anos atrás, Jesus Cristo deu a resposta sobre este assunto, quando afirmou: “Há muitas moradas na casa do meu Pai" (São João, cap. 14, v. 2).  Seria estranho que Deus tivesse criado todos os planetas, apenas para ocupar espaço no Universo, ou enfeitar as nossas noites. Pois Ele nada cria de banal. A casa do Pai é o Universo; as diferentes moradas são os mundos que circulam no espaço infinito, e oferecem, aos espíritos encarnados, moradas apropriadas ao seu adiantamento. 

      O planeta Terra não é o único planeta a acolher vida inteligente, todos os mundos que giram no espaço são habitados, cada um com determinada vibração. Sob o ponto de vista biológico no nosso sistema planetário, somente a Terra guarda condições para este tipo de vida que levamos. No entanto, todos os mundos são habitados por espíritos, em dimensão espiritual equivalente a sua vibração, formando populações em vários estágios de evolução.

A Terra e a Lua. A foto foi  feita pelo satélite Cassini em Saturno. A Terra é o ponto mais brilhante da imagem, e a lua está brilhando logo abaixo do planeta.

     O texto seguinte é do O Livro dos Espíritos, referente a pergunta 188; neste texto temos uma idéia da situação dos planetas da galáxia que nos acolhe:
     Segundo os espíritos, de todos os globos que compõem o nosso sistema planetário, a Terra é um daqueles onde os espíritos são os menos avançados, física e moralmente. Marte seria ainda inferior e Júpiter, o mais superior em relação a todos. O Sol não seria um mundo habitado por seres corporais, mas um local de reunião dos espíritos superiores que, de lá irradiam seus pensamentos para outros mundos, que dirigem por intermédios dos espíritos menos elevados, transmitindo-os a estes, por intermédio do fluido universal. Como constituição física, o Sol seria um foco de eletricidade. Todos os sóis parecem estar numa posição idêntica.
    O volume e a distancia que estão do Sol não tem nenhuma relação necessária com o grau de adiantamento dos mundos, pois parece que Vênus é mais adiantado que a Terra, e Saturno menos adiantado que Júpiter. 

    Deste modo quem nos toma como os únicos da Criação, é rebaixar a Divindade acreditar que, fora o homem, nada mais seja possível a Deus.


“Que vosso coração não se turbe. Crede em Deus, crede também em mim. Há muitas moradas na casa de meu Pai; se assim não fosse, eu já vos teria dito, porque eu me vou preparar o lugar e depois que eu tenha ido e que vos tenha preparado o lugar, eu voltarei e vos retomarei para mim, a fim de que lá onde eu estiver aí estejais também. (Jesus Cristo - São João, cap. XIV, v. 1,2,3).



As próximas postagens a serem publicadas será sobre esse tema, se gostou fique ligado! Abraço.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos podem deixar seu comentário no Jardim Espírita. Se for caso de resposta, responderei assim que poder, podendo levar alguns dias.
Não publicarei comentários que contenham termos vulgares, palavrões, ofensas, publicidade e dados pessoais (como e-mail, telefone, endereços, etc.). Então fiquem a vontade para comentar!