Translate

quinta-feira, 5 de março de 2015

PRECE PELOS ESPÍRITOS ARREPENDIDOS

Seria injusto situar na categoria dos maus espíritos os espíritos sofredores e arrependidos que pedem preces; estes puderam ser maus, mas não o são mais do momento em que reconhecem as suas faltas e as lamentam: eles não são senão infelizes; alguns mesmo começam a ter uma felicidade relativa.

Prece:
Deus de misericórdia, que aceitais o arrependimento sincero do pecador, encarnado ou desencarnado, eis um espírito que se comprazia no mal, mas que reconheceu seus erros e entra no bom caminho; dignai, ó Deus, recebê-lo como um filho pródigo e perdoai-lhe.
Bons espíritos, cuja voz ele desconheceu, ele quer vos escutar de hoje em diante; permiti-lhe entrever a felicidade dos eleitos do Senhor, a fim de que persista no desejo de se purificar para alcançá-lo; sustentai-o em suas boas resoluções e dai-lhe a força de resistir aos seus maus instintos.
                Espírito de N..., nós vos felicitamos pela vossa mudança, e agradecemos aos bons espíritos que vos ajudaram.
                Se vos comprazíeis outrora em fazer o mal, foi porque não compreendíeis o quanto é doce a alegria de fazer o bem; vós vos sentíeis também muito baixo para esperar atingi-lo. Mas desde o instante em que colocaste o pé no bom caminho, uma luz se fez para vós; começastes a provar uma felicidade desconhecida, e a esperança entrou no vosso coração. É que Deus escuta sempre a prece do pecador arrependido e não repele nenhum daqueles que vão a Ele.
                Para entrar completamente em graça junto Dele, aplicai-vos de hoje em diante, não somente a não mais fazer o mal, mas a fazer o bem, e sobretudo a reparar o mal que fizestes; então, tereis satisfeito a justiça de Deus; cada boa ação apagará uma das vossas faltas passadas.
                O primeiro passo está dado; agora quanto mais avançares, tanto mais o caminho vos parecerá fácil e agradável. Perseverai, pois, e, um dia, tereis a glória de ser contado entre os bons espíritos e os espíritos felizes.  


Fonte: Coletânea de Preces Espíritas – Allan Kardec 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos podem deixar seu comentário no Jardim Espírita. Se for caso de resposta, responderei assim que poder, podendo levar alguns dias.
Não publicarei comentários que contenham termos vulgares, palavrões, ofensas, publicidade e dados pessoais (como e-mail, telefone, endereços, etc.). Então fiquem a vontade para comentar!