Translate

sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Post.76: O PROCESSO DA ILUMINAÇÃO

                Deus em sua infinita sabedoria criou todos os espíritos simples e ignorante, no entanto, nos presenteou colocando em cada Ser a Luz Divina, e estamos em busca de iluminar esta Luz incessantemente, de encarnação à encarnação, isto é o que guia as nossas existências, conscientemente ou não.

               Esse processo de atingir a iluminação é interno, com o desenvolvimento das qualidades superiores, de bons sentimentos, isto necessita ter consciência de querer se transformar. Embora seja uma jornada interna, torna perceptível exteriormente, porque quando a iluminação é atingida, o individuo se reveste de luz, uma luz que tem a capacidade de irradiar no exterior do individuo, e em sua volta, é algo que não se esconde, ultrapassa os limites da consciência pessoal; um brilho próprio, natural que chama a atenção e atrai a todos, mas é um brilho que não deseja aparecer, não deseja ostentação; é a elevação da moral, o depuramento da alma, conseguido com muito esforço, muita disciplina por meio de muitas vidas.
                É como uma lâmpada elétrica, a luz que se produz no seu interior, espalha-se para o exterior, iluminando o ambiente; assim também é este processo de iluminação, sendo uma conquista interna, que se irradia em consequências externas, atingindo a sociedade, contagiando os outros.
  
No O Livro dos Médiuns – Item 226:
A luz sempre chega para aquele que quer recebê-la. Quem quer se iluminar deve evitar as trevas, e as trevas estão na impureza do coração.
                Os espíritos, que considerais como sendo a personificação do bem, não se entregam de boa vontade ao apelo daqueles que têm o coração manchado pelo orgulho, pela cupidez e pela falta de caridade.
                Que aqueles, pois, que querem se iluminar, se despojem de toda vaidade humana e humilhem sua razão diante do poder infinito do Criador, essa será a melhor prova de sua sinceridade; e esta condição, cada um pode alcançá-la.

                A iluminação pode ser conquista de todos, não havendo religião ou doutrina adequada para atingir a iluminação; nesta questão a humildade é o que prevalece, junto da caridade, pois fora da caridade não há salvação, e a construção do amor, acredito que quando si tem o Amor, todos os sentimentos e atitudes de bondade está presente no individuo.  Todos podemos construir estas qualidades, independente da ideologia seguida; o que importa é o compreender, depois querer e trabalhar e muito para alcançar a luz.
                Esta busca de si mesmo, de si melhorar, requer o esquecimento da própria inferioridade, não permitir a idéia que somos insignificantes para a vida,  cultivar o otimismo, a confiança, a coragem, o desapego, a generosidade e a compaixão. Ter determinação, pois é um trabalho intransferível, ninguém crescerá por ninguém. Embora a ajuda espiritual sempre esteja a disposição, porém temos que assumir este processo para instalar o reino interior no mundo exterior. Estamos todos neste caminho, rumo a Luz interior, plantada por Deus. 

“Brilhe a vossa luz”. 
Jesus (Mt. 5:16)


3 comentários:

  1. Olá me chamo Larissa gostaria de entender as marcas de nascença que tem formato de números. Pois eu tenho uma marca de nascença na verdade.. é eu e minha prima com a marca 41 e é bem visível que é o número 41 , gostaria de entender mais sobre marcas de nascença com formato de números obrigada .

    ResponderExcluir
  2. Olá me chamo Larissa Tenho 19 anos tenho uma marca de nascença com um formato de números bem legível "41" , gostaria de entender mais sobre os significados dessa minha marca obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Larissa! Agradeço a sua visita ao Jardim Espírita.

      Como está explicado na postagem sobre Marcas de Nascença, o Espiritismo nos esclarece que as marcas de nascença existem por causa de experiências vivenciadas com muita intensidade emocional em alguma vida passada, e tais experiências intensas ficam gravadas na consciência do espírito, que não superou tal acontecimento, e assim quando tal espírito reencarna novamente ainda carregando tais lembranças transporta para o corpo físico em forma de marca tais experiências do seu passado na matéria, para superar tais acontecimentos do passado com as experiências adquiridas na vida atual.

      Muitas pessoas já escreveram falando das suas marcas de nascença que tem igual ao marido, ou a esposa, ou ao filho(a), ou ao pai, ou a mãe, ou ao irmão(a)... ou seja, pelo que parece não é caso isolado marcas de nascença em mesmo formato, e nem com forma diferente, pois já recebi mensagem de pessoas que tem marca de nascença em formato de coração, de número...

      Nas diversas encarnações encontramos quase sempre os mesmos espíritos no nosso ciclo de convivência, em que vamos criando cada vez mais ligações. Esses “encontros na matéria” permite o aperfeiçoamento dos espíritos e as experiências em que levam o espírito progredir.

      Nós espíritas sabemos que existe algo muito mais importante, que é dedicarmos-nos ao nosso aperfeiçoamento com os ensinos de Jesus Cristo, e assim seguir cada vez mais o caminho do bem, da caridade do amor ao próximo, sabemos que devemos viver para nos aprimorar sempre deixando para traz os traumas que o espírito carrega, para ir educando-nos para o autoprogresso.

      É apenas com a permissão de Deus que podemos saber de algo do passado, ninguém está apto para decifrar o passado de ninguém, apenas se Deus assim o permitir, e Deus só permite quando é necessário. Pois, se for por termos de curiosidade, Ele sabe que não é necessário.

      Espero que a minha resposta tenha de ajudado de alguma forma. E seja sempre bem vinda ao Jardim Espírita.

      Que Deus te abençoe.
      Paz, Luz e Harmonia.
      Jardim Espírita.

      Excluir

Todos podem deixar seu comentário no Jardim Espírita. Se for caso de resposta, responderei assim que poder, podendo levar alguns dias.
Não publicarei comentários que contenham termos vulgares, palavrões, ofensas, publicidade e dados pessoais (como e-mail, telefone, endereços, etc.). Então fiquem a vontade para comentar!