Translate

quinta-feira, 1 de junho de 2017

A MÚSICA: TOCANDO EM FRENTE, FOI UMA PSICOGRAFIA.

          A música Tocando em Frente, de Almir Sater e Renato Teixeira; muito tocada no meio espírita, foi uma psicografia. Almir Sater, no final do vídeo abaixo revela esta informação. Afirmando que foi um presente inesperado que receberam e contando a história da autoria da música. Renato Teixeira escreveu rapidamente a letra e Almir Sater pegou um violão e começou a tocar e veio rapidamente uma melodia .  No vídeo Almir conta que a música veio tão rápido e sem pensar, que eles não deram muito valor porque foi muito fácil, não sabiam o que tinham em mãos, nem a mensagem da música.
                                  
        Inspiração, significa: ideia ou pensamento que surge de repente.

       O Espiritismo nos esclarece que, a inspiração é o recebimento espontâneo de ideias, pensamentos, concepção/criação, vindo de espíritos. Allan Kardec, no O Livro dos Médiuns escreveu que: O papel do médium mecânico é o de uma máquina; o médium intuitivo age como o faria um intérprete. Este, de fato, para transmitir o pensamento, precisa compreendê-lo, apropriar-se dele, de certo modo, para traduzi-lo fielmente e, no entanto, esse pensamento não é o seu, apenas lhe atravessa o cérebro. Esse é, precisamente, o papel do médium intuitivo.

       Sabemos que os artistas recebem muita inspiração espiritual por meio da arte que exercem. Pela sensibilidade que carregam. E no meio espírita sabemos que há vairas músicas que foram psicografadas. Léon Denis, no Livro O Problema do Ser, do Destino e da Dor; fala que: “Uma das formas empregadas pelos habitantes do mundo invisível para nos transmitirem seus avisos, suas instruções (...) pela mediunidade o espírito infunde suas ideias no entendimento do transmissor.”


       Segue o vídeo com a música cantada por Almir Sater e a explicação da sua criação no final do vídeo. Uma belíssima canção que nos leva a refletir sobre a vida | “Cada um de nós compõe a sua a história. Cada ser em si carrega o dom de ser capaz. De ser feliz.”








Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos podem deixar seu comentário no Jardim Espírita. Se for caso de resposta, responderei assim que poder, podendo levar alguns dias.
Não publicarei comentários que contenham termos vulgares, palavrões, ofensas, publicidade e dados pessoais (como e-mail, telefone, endereços, etc.). Então fiquem a vontade para comentar!